... ...

Estrelinhas

dedico este cantinho as minhas estrelinhas que tanto amo

Lilypie 5th Birthday Ticker

01 junho 2009

Coelhinho....Cenourinha

Era uma vez uma princesinha chamada Inês. Vivia num grande castelo com a sua irmã Beatriz.
Elas eram iguaizinhas. A princesinha Inês acordou a meio da noite com o som de uma flauta.
_ Quem estará a tocar a esta hora? Interrogou-se. E como toca tão bem?
Pé ante pé, abriu a janela da varanda do seu quarto e veio espreitar para o jardim a ver se via quem tocava tão bela melodia. De repente, viu uma sombra, não conseguia distinguir o que era.
Desceu as escadas e, muito sorrateira, aproximou-se daquele grande vulto. Qual foi o seu espanto quando viu um grande coelho, cor de cenoura e com uns olhos enormes e verdes.
Começou a esfregar os olhos. Será que estou a ver bem? De repente, olhou para o coelho e nada.
Não estava lá coelho nenhum.
Voltou para o seu quarto muito triste.
Não conseguia adormecer.
Depois de muito rebolar na cama, finalmente, consegue adormecer e, nos seus sonhos, num castelo muito longe, um príncipe tocava flauta.
As duas irmãs costumavam tomar banho no lago, acompanhadas pelas aias.
No lago, muitos patos, os favoritos da princesinha Inês.
O coelho de longe acompanhava a diversão delas e tocava flauta.
Logo que elas saíam do lago ele fugia para a sua toca.
Mas um dia deixou o rabo de fora e a princesinha deixou-lhe uma mantinha. A Inês conta à irmã que tinha descoberto um coelho no jardim e que o via muitas vezes na horta a comer cenouras, por isso a sua cor de laranja.
Só não entendia porque tinha olhos os verdes e o seu tamanho era anormal.
Até que um dia, o coelhinho deixou-se apanhar e ela abraçou-o e fez-lhe festinhas, tornaram-se grandes amigos.
Ele tocava para ela e ela dançava e cantava para ele. Era o seu amigo predilecto.
Um dia, o coelho não apareceu ao encontro e passaram mais dois dias e a princesa pensou o que lhe teria acontecido?
Foi à procura dele com a irmã. Andaram, andaram e não encontravam o coelho.
Até que ouviram um som esquisito, não era de flauta, mas sim um gemido…aiaiaiai…
A Inês correu na direcção do som e viu o coelhinho deitado.
Tinha caído numa ratoeira e ficou preso pela patinha.
Enquanto a princesa Beatriz o soltava, a princesa Inês abraçou o coelho e deu-lhe um beijo.
De repente, o coelho começou a tremer muito.
E para espanto das duas princesinhas, o coelho transformou-se num belo príncipe.
O príncipe agradeceu muito à princesa Inês que o salvou do feitiço da bruxa má.
Casaram e foram muito felizes.
de Vovó e Estrelinhas

1 Comments:

At 11:18 da manhã, Blogger Rita C said...

Adoro estas histórias... quem as conta?

Beijos

Rita e pipocas

 

Enviar um comentário

<< Home

A minha fotografia
Nome:

Mãe de duas estrelinhas adoraveis!!!!!!!!!

Powered by Blogger