... ...

Estrelinhas

dedico este cantinho as minhas estrelinhas que tanto amo

Lilypie 5th Birthday Ticker

24 maio 2007

Na bó Ijaula

No fim-de-semana passado fomos a casa da avó Ijaula com a mamã e o papá. Foi muito bom porque estava lá também a avó Letinha e depois veio o tio Luis, o pai e a tia Cândida, que nos trouxeram surpresas: um livrinho e uma boneca a cada uma.
O tio Luis brincou connosco e disse que, quando fossemos a casa dele, teria uma grande surpresa para nós. O que será? Só pode ser uma coisa muito boa. Estamos ansiosas por saber.
Fomos ao parque dar pão aos patinhos do lago e vimos uma mamã patinha a ensinar os filhotes a nadar. Nós somos só duas mas eles eram muitos gémeos. E tão lindos, tão fofinhos! E ficámos a pensar: “se nós duas já somos difíceis de distinguir pelos crescidos, como é que a mamã deles os distingue uns dos outros, sendo eles tantos e tão iguais?”
Será que os chama pelos nomes? Mas ela só dizia quá, quá, quá, quá, e eles lá seguiam atrás dela. Também brincámos nos baloiços e escorregas e apanhámos raminhos de flores. Foi tão bom!
Depois, cansadinhas, fomos para casa nanar.

15 maio 2007

A Chegada da Avó

B - Bó, pol’ onde an'aste que xó agola apalexes?
l - Tínhamos tantas xodades tuas!
B - An’a, bamos brincale às escon’idas!
l - E ‘pois bamos danxale.
B - Temos mújicas lindas!
l - O tio Luis deu-nos um XD a cada uma.
A - Ai sim?!
A avó mal conseguia respirar, cansada, acabada de chegar de fora.
As duas gémeas agarradas às saias dela, puxavam, puxavam…
«an’a bó, an’a bó!»
A avó pousou as malas no hall de entrada e, sem conseguir resistir aos apelos daqueles quase
três aninhos de idade, tão felizes de a ver chegar e que também a enchiam de felicidade, deixou-
se arrastar para o meio da sala.
- Deita, deita bó! – pediam as duas.
A avó deitou-se sobre a carpete e elas puseram-se em cima dela, a fazer cavalinho.
- Agola bamos danxale – levantaram-se as duas e puxaram pela avó para ela se levantar também.
As duas meninas correram a colocar o CD no leitor, mas cada uma queria colocar o seu, e então a
avó disse:
- Vamos fazer assim: primeiro põe-se um e depois o outro.
E assim se fez. Fizeram uma roda e dançaram até ficarem cansadas.
A avó foi para a cama descansar e as Estrelinhas adormeceram ao lado dela para não a deixarem fugir de novo.
Os papás, ao ouvirem o silêncio, foram espreitar à porta do quarto e, olhando um para o outro,
sorriram: aquela constelação traçava o rumo das suas vidas.

A minha fotografia
Nome:

Mãe de duas estrelinhas adoraveis!!!!!!!!!